NUTRIÇÃO E BEM-ESTAR

O pão é inimigo do emagrecimento?


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O pão é um dos alimentos mais antigos que se tem conhecimento e está presente na cultura de muitas pessoas, porém, muitos o consideram como um inimigo do emagrecimento e da vida saudável.

Primeiramente, é importante lembrar que dificilmente um alimento, por si só, será prejudicial à saúde. A quantidade e o contexto alimentar como um todo é que vão fazer diferença. É possível comer pão todos os dias e emagrecer ou ganhar massa muscular, assim como é possível engordar sem comer pão.

Geralmente pão tem como ingrediente principal, a farinha de trigo, até mesmo os pãezinhos de leite, de batata ou mandioca, costumam ter a farinha de trigo como base. E a maioria tem quantidades semelhantes de calorias e carboidratos.

O pão integral é feito com materiais que passam por menos processos de refinamento, como os cereais integrais, por isso, ele é mais rico em fibras e possui maior quantidade de proteínas e de alguns minerais do que o pão branco. Portanto, ele é considerado mais saudável. Porém, normalmente, há pouquíssima diferença calórica entre o branco e o integral. Então, para dietas de emagrecimento, não necessariamente precisa ser utilizado o pão integral.

Para escolher um bom pão integral, é interessante que o primeiro ingrediente dele seja farinha de trigo integral, que tenha poucos ingredientes e que não possua muitos aditivos alimentares, como conservantes e emulsificantes.
O pão de fermentação natural também pode ser uma ótima opção, já que não possui aditivos alimentares e, como o processo de fermentação é mais demorado, ele pode ter uma melhor digestibilidade.

Uma das grandes justificativas de quem “condena” o pão, é o fato dele possuir glúten, que é um complexo de proteínas presente em cereais como o trigo, o centeio e a cevada, mas para pessoas saudáveis, que não possuem sensibilidades a ele, como alergias ou doenças celíaca, ele não é inflamatório e nem um “veneno” como muitos ainda falam. Não há evidências de benefícios à saúde ao retirar o glúten da dieta de pessoas saudáveis.

Algumas pessoas também apresentam gases ou estufamento ao consumir o pão, devido a sua capacidade limitada de digerir os carboidratos fermentáveis (FODMAP’s) que estão presentes no trigo (e em muitos outros alimentos considerados saudáveis, diga-se de passagem, inclusive algumas frutas, verduras e legumes). Nesse caso, é interessante que o consumo do pão seja limitado, para evitar desconfortos.

O nutriente principal do pão é o carboidrato e, para melhorar o seu valor nutricional, prefira consumir acompanhado de uma fonte de proteína, como ovos, frango desfiado ou queijos, ou acompanhado de vegetais, como folhas, tomate, pepino, entre outros. Evite consumir apenas com gorduras como manteiga e requeijão e acompanhado de bebidas açucaradas.

Portanto, já está mais do que na hora de parar de demonizar o pãozinho e o carboidrato! O pão pode sim ser inserido em dietas para emagrecimento e em um estilo de vida saudável. O importante é manter uma alimentação variada, não precisa comer pão no café, almoço e jantar, mas um pãozinho francês ou duas fatias de pão de forma no dia, não irão te fazer mal, se você não possui sensibilidades.

Leia outros artigos de Lara Almeida:

Post navigation

Lara Almeida

Nutricionista, formada pela Universidade Federal do Acre. Atua em hospital, consultório e é professora. Instagram: @almeidalaraa
Close Bitnami banner