ESCLARECIMENTO

Em vídeo, jornalista nega ser pai adotivo de mulher que deu a luz na calçada em Rio Branco


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O jornalista e ex-deputado estadual Astério Moreira, divulgou um vídeo em seu perfil no Facebook esclarecendo um boato de que ele seria o pai de Leiliane, a mulher que deu luz em uma calçada de Rio Branco, próximo à maternidade Bárbara Heliodora.

Segundo Astério, a moça realmente chegou a morar com sua família durante um tempo, mas negou que assumiu o status de pai adotivo:

“Se fosse não teria nenhum problema ser pai adotivo dela ou de outra criança. Quando minha mulher estava na Igreja Renovada, fazia um trabalho evangelístico lá no Taquari e conheceu essa moça, ela tinha uns 9 anos de idade, era uma menina em situação de rua realmente. Então minha esposa trouxe essa menina para estudar, para ficar aqui e estudar com a gente, matriculamos ela na escola Adventista e cuidamos dela. Ela nunca perdeu o contato da família, sempre ia lá, a gente levava. Ela terminou o ensino médio na escola Armando Nogueira e quando concluiu decidiu namorar e casar”.

Astério conta que o primeiro casamento, que durou cerca de dois anos, não deu certo. Depois ela se casou novamente, mas que ela teria começado a passar por problemas psicológicos. Segundo ele, ela engravidou uma primeira vez e foi feita uma adoção legalizada da criança por ela não ter condições de criar a filha.

“Depois desse parto ela passou a ter mais problemas ainda, ficou internada no Hosmac várias vezes”.

Assista:

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner