SANGUE FRIO

“Se pudesse mataria de novo”, diz adolescente que degolou a própria tia em Feijó


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Apresentando indícios de psicopatia e sem sentimentos de culpa, a adolescente de 14 anos que confessou ter matado a própria tia, Maria Antonieta de Souza Abreu, de 38 anos, na última segunda-feira (24) em Feijó disse à polícia que se fosse preciso, “mataria de novo”.

A informação foi inicialmente dada pelo jornal ContilNet. A jovem tem uma visível admiração pela morte e chegou a escrever diários planejando o assassinato.

Antes do crime, as duas chegaram a discutir devido a tia não ter deixado ela sair. Com uma faca, a jovem acertou o pescoço da vítima. O filho de Maria Antonieta, de apenas 10 anos, tentou ajudar a mãe e feriu a adolescente, mas também acabou esfaqueado e amarrado em uma cadeira. Apesar do ferimento, a criança está bem.

Após degolar a tia, que morreu no local, a adolescente saiu de casa e a Polícia Militar (PM) foi acionada por vizinhos que escutaram os gritos da criança amarrada. Ao invadirem a residência, encontraram a vítima morta no chão. Cerca de uma hora e meia depois, a adolescente compareceu por conta própria à uma delegacia, onde confessou o crime.

Ela passava um tempo com a tia, pois a mãe está em Rio Branco para um tratamento no pulmão. De acordo com os familiares, a relação entre sobrinha e tia sempre foi harmoniosa.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner