POLÍTICA

Gastos de cartões corporativos de Bolsonaro ultrapassam de Dilma e Temer juntos


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

De acordo com levantamento feito pelo O Globo e divulgado em reportagem neste domingo (30), em apenas três anos, os gastos com cartões corporativos do presidente Jair Messias Bolsonaro ultrapassam os gastos de quatro anos da gestão anterior, dividida entre Dilma e Temer.

Presidente Jair Bolsonaro REUTERS/Ueslei Marcelino
Fornecido por IstoÉ Presidente Jair Bolsonaro REUTERS/Ueslei Marcelino

Bolsonaro gastou R$ 29,6 milhões com cartões corporativos, 18,8% mais do que os R$ 24,9 milhões consumidos ao longo dos quatro anos de Dilma e Temer. Em 2021 apenas, as despesas de Bolsonaro chegaram a R$ 11,8 milhões, o maior valor dos últimos sete anos.

No mês passado, as compras dos cartões exclusivos da família do presidente acumularam gastos que chegam à R$ 1,5 milhão. Esse valor é o mais alto, para um único mês, em todo o período do governo Bolsonaro até agora. O presidente passou parte de dezembro de férias no Sul do Brasil.

Segundo a reportagem, os números, corrigidos pela inflação, estão relacionados aos 29 cartões corporativos vinculados à Secretaria de Administração da Presidência da República, todos de responsabilidade do presidente, familiares e auxiliares próximos. De acordo com o Palácio do Planalto, dois cartões ficam em posse de Bolsonaro.

As informações de como foram gastos os valores são mantidas em sigilo pelo Governo.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner