MUNDO

Spotify perde R$ 10 bilhões em valor de mercado após polêmica por permitir podcast antivacina


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Depois de defender a manutenção de conteúdo negacionista na sua plataforma e perder figuras como Neil Young e Joni Mitchell de seu catálogo, o Spotify viu uma queda de US$ 2,1 bilhões (mais de R$ 10 bilhões) em seu valor de mercado na última semana.

A empresa vem em uma queda acumulada de 25% no seu valor na bolsa de valores dos EUA desde janeiro, mas a maior queda ocorre desde a última quarta-feira (2).

Neil Young e Joni Mitchell anunciaram que iriam tirar suas músicas da plataforma caso o Spotify não retirasse o podcast do comediante Joe Rogan do ar.

Joe Rogan é um humorista estadunidense conhecido por ter o mais famoso podcast do planeta, o “Joe Rogan Experience”. O comediante adota uma postura anti-vacina no podcast, que espalha desinformação sobre a pandemia em suas entrevistas. Rogan, que não se vacinou, convocou médicos negacionistas que defenderam remédios sem eficácia comprovada contra a covid, a proibição de vacinas em crianças e a ideia sem fundamento de que imunizantes são terapias genéticas no seu corpo.

O podcast de Joe Rogan teve seus direitos adquiridos pelo Spotify por US$ 100 milhões (ou meio bilhão de reais na cotação atual) no ano de 2020.

Na última quarta-feira, Neil Young anunciou que ou o Spotify retirava os podcasts negacionistas do ar, ou Neil Young não tocaria mais na plataforma.

“Estou fazendo isso porque o Spotify está espalhando informações falsas sobre vacinas – potencialmente causando a morte daqueles que acreditam na desinformação espalhada por eles. Por favor, aja imediatamente hoje e me mantenha informado sobre o cronograma”, disse em nota.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner