DESTAQUE

Com bom diálogo no Legislativo e aval do Executivo, chefe da Casa Civil é o homem forte do governo Gladson


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Desde que foi nomeado chefe da Casa Civil, o contador Rômulo Grandidier vem enfrentando grandes desafios, entre eles o de ter que contornar os ataques promovidos pelo grupo do chefe da Casa Militar, coronel Messias.

Segundo fontes, o grupo liderado pelo coronel conta com a adesão de figuras conhecidas do governo Cameli, como o assessor Flávio Silva e até o marido de uma procuradora de justiça.

O motivo do descontentamento seria a proximidade do contador com Gladson e sua capacidade de influenciar na tomada de decisões no Executivo.

Rômulo, no entanto, tem se destacado pela habilidade política e, sobretudo, pelo diálogo constante com os deputados estaduais.

O governador confirmou a animosidade entre os comissionados, mas foi enfático quanto a autoridade do gestor: “eu não vou tirar a autoridade do Rômulo, depois de mim, é ele”, finalizou.

Com a chancela de Gladson para agir e com o apoio dos parlamentares da base no legislativo acreano, Rômulo Grandidier se configura como o homem forte do governo Gladson Cameli.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner