LUZ, PAZ E AMOR

Cem anos de Mestre Gabriel: conheça o fundador da União do Vegetal e sua ligação com o Acre


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Hoje é dia de festa para os membros da Centro Espírita Beneficente União do Vegetal (UDV), que comemoram os 100 anos de seu fundador, o Mestre Gabriel. A religião foi fundada em 1961 e chegou ao Acre poucos anos depois através do Mestre Luíz Máximo Chaves, que vive em Rio Branco até hoje tendo um comércio no bairro Bosque.

Mestre Gabriel desencarnou no dia 24 de setembro de 1971, aos 49 anos, mas deixou um legado de luz, paz e amor que segue firme até os dias de hoje. A UDV foi fundada com objetivo de “trabalhar pela evolução do ser humano no sentido de seu desenvolvimento espiritual” e durante as sessões, os associados consagram o chá ayahuasca.

Somente no Acre, são um total de 7 núcleos espalhados entre Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tarauacá. Além de também estar presente em todos os estados do Brasil e em países como Estados Unidos, Canadá, Espanha, Inglaterra, Suíça, Portugal, Holanda, Itália, Austrália e Peru.

Mestre Gabriel preparando o chá em Porto Velho — Foto: Cícero Alexandre Lopes/UDV

Tudo começou quando em 10 de fevereiro de 1922, nasceu na pequena cidade de Coração de Maria, na Bahia, José Gabriel da Costa, o oitavo dos 14 filhos de Manuel Gabriel da Costa e Prima Feliciana da Costa.

Desde cedo, todos perceberam o quanto Gabriel era diferenciado, destacava-se por sua sabedoria, bondade e bom humor. Aos 20 anos, se mudou para Salvador, onde suas habilidades na capoeira o fizeram ser conhecido como ‘Mestre Zé Bahia’.

Veio para a Amazônia em 1944, quando se alistou na 2ª Guerra Mundial para servir como ‘soldado da borracha’ no Território Federal do Guaporé (hoje estado de Rondônia). Nesse período, morou também nos seringais Bom Futuro e Triunfo, no Acre.

De volta à Porto Velho e detentor de múltiplas habilidades, trabalhou como auxiliar de enfermagem no Hospital São José em 1947, onde conheceu sua esposa, Raimunda Ferreira da Costa, que na UDV ficou conhecida como a Mestre Pequenina.

Foi somente em 1959 que Mestre Gabriel teve contato com o chá Hoasca pela primeira vez, no Seringal Guarapari, no dia 1º de abril daquele ano. Nos seringais, aquela data era considerada feriado e nesse dia foi marcada uma distribuição do chá por um homem de nome Chico Lourenço.

Ao beber o chá pela primeira vez, Mestre Gabriel tomou ciência de sua missão espiritual e começou a distribuí-lo em 27 de fevereiro de 1960, com a denominação de “Vegetal”.

10 ideias de Vegetal | espiritualidade, chacrona, místico
Mestre Gabriel bebendo o chá com sócios da União do Vegetal, a estrela no peito indica o grau de mestre. Foto: Departamento de Memória/UDV

Mestre Gabriel seguiu distribuindo o Vegetal por conta própria e trouxe sua doutrina às pessoas. Foi no Seringal Sunta em 22 de julho de 1961 que ele declarou a recriação da União do Vegetal.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira
Close Bitnami banner