ECONOMIA

Gladson assina com o Banco da Amazônia protocolo que prevê investimentos de R$ 535 milhões no Acre


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

O governador Gladson Cameli e o presidente do Banco da Amazônia, Valdecir Tose, assinaram nesta segunda-feira, 21, em Rio Branco, o protocolo de intenções para aplicação de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). Para 2022, estão assegurados R$ 535,2 milhões em investimentos no Acre.

Inicialmente, a instituição disponibilizou R$ 430,8 milhões. Desse montante, R$ 101 milhões são para infraestrutura, R$ 90 milhões para o comércio e outros R$ 240 milhões estão garantidos ao agronegócio. Uma das novidades deste ano é o financiamento da chamada linha de crédito verde, com ênfase para geração de energia solar, agricultura sustentável e captação de água, entre outras inovações.

“O Banco da Amazônia é um banco de desenvolvimento, prezando sempre, dentro dos financiamentos concedidos, a geração de emprego e renda. Esperamos que esses recursos venham a contribuir ainda mais com o progresso do Acre”, enfatizou Valdecir Tose.

Com novo modelo de desenvolvimento, financiamentos batem recorde no Acre

A gestão de Gladson Cameli tem focado no desenvolvimento socioeconômico do estado. O novo modelo adotado já se reflete na economia local. Pela primeira vez na história, o Banco da Amazônia superou o volume de recursos concedidos ao Acre. Foram destinados R$ 430 milhões, mas a contratação de linhas de crédito chegou a R$ 529 milhões. Um incremento extra de praticamente R$ 100 milhões.

“Essa é a prova de que a nossa política voltada ao desenvolvimento do estado por meio do agronegócio sustentável, geração de emprego e renda e incentivo à instalação de novos empreendimentos está dando certo. O nosso principal compromisso está sendo cumprido, que é melhorar a vida das pessoas”, observou Gladson Cameli.

O secretário de Produção e Agronegócio, Nenê Junqueira, comemorou os números expostos e reafirmou o empenho do Estado no fortalecimento da produção rural acreana. “É o sinal de que a política do governo voltada ao desenvolvimento está no caminho certo. O agro vive uma nova realidade e tem contribuído muito na geração de emprego e riquezas ao nosso estado”, argumentou.

O ato, realizado no Palácio Rio Branco, contou com a presença do secretário de Planejamento e Gestão, Ricardo Brandão; do secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Assurbanipal Mesquita; do secretário de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas Silva; e do diretor-presidente da Emater, Rynaldo Santos.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner