ELEIÇÕES 2022

Mara Rocha confirma ida para o PL e denuncia ‘manobra’ de Bittar para inviabilizar sua candidatura ao Governo


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A deputada federal Mara Rocha está oficializando sua saída do PSDB justificando um alinhamento “mais à esquerda” do partido, o que teria lhe deixado chateada.

Com destino quase certo ao Partido Liberal (PL) do presidente Jair Bolsonaro, Mara denunciou o que seria uma ‘manobra’ do senador Marcio Bittar para tomar a sigla das “mãos dela” e inviabilizar sua candidatura ao Governo do Acre.

“Desde o ano passado estamos organizando o Partido Liberal que hoje é o partido do presidente Bolsonaro, mas temos informações que o senador Márcio Bittar está tentando nos tomar a sigla para inviabilizar nossa candidatura a um cargo majoritário favorecendo, dessa forma, a esposa dele que aparece candidata ao Senado e, também favorecendo o atual governo do Estado do Acre, que é apoiado por Bittar”, disse em entrevista ao jornalista Mariano Maciel.

Com a janela partidária aberta a partir de amanhã, quinta-feira, 3, até o dia 1º de abril, a deputada federal Mara Rocha irá deixar sim o PSDB do Acre. A parlamentar tem destino certo, o PL do presidente da República Jair Bolsonaro.

Mara Rocha disse ao jornalista Mariano Maciel, que atua na cobertura política em Brasília, que a saída do PSDB tem um motivo: o partido “tem adotado uma linha mais à esquerda”. Isso teria deixado a parlamentar chateada, “por entender que esse é o pior caminho para o Brasil”.

Ainda de acordo com a deputada, caso o PL não cumpra a palavra de lançá-la candidata ao governo, ela garante que outros partidos têm interesse em tê-la em seus quadros disputando o comando do Palácio Rio Branco.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner