FIM DA LINHA

Polícia prende foragido condenado a 32 anos de prisão, em Rio Branco


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

Mais um envolvido na morte do cadeirante João Menezes da Silva, de 58 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (9) em casa no Recanto dos Buritis, em Rio Branco. Ele foi condenado a 32 anos de prisão, de acordo com informações da Polícia Civil.

A prisão foi feita pela Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (Dcore) em cumprimento ao mandado de prisão de sentença de Andson Souza Silva, 29 anos, condenado a 32 anos de prisão pelo crime de latrocínio.

“Esse crime ocorreu em outubro de 2020 e assim que ocorreu, a Polícia Civil já atenta começou as investigações e foram identificados esse autor que foi preso hoje e foram condenados outros quatro. Esse foi condenado a 32 anos de prisão. Ele foi quem realmente executou o cadeirante, que na ocasião foi amarrado e morto covardemente”, disse o Leonardo Santa Bárbara.

Oito meses após o crime, seis pessoas chegaram a ser presas pela morte do cadeirante e, de acordo com o delegado, pelo menos cinco já foram condenados.

“Também foram condenados outros três que tiveram participação de levar o carro e foi condenado cada um a 26 anos de cadeia e foi condenado ainda um quinto elemento, a 34 anos de prisão que estava na Bolívia esperando do carro. Com isso, os ‘dcorianos’ incansáveis, assim que saiu essa condenação, em diligência, fizeram a prisão, os outros salvo engano estão presos. A Polícia Civil, a Decore está atenta à criminalidade para que estes indivíduos sejam retirados de circulação”, acrescentou.

O preso foi conduzido à Delegacia de Flagrantes (Defla) e em seguida colocado à disposição da justiça.

Crime

Na época do crime, a Polícia Militar informou que a vítima teve a casa arrombada. O homem foi encontrado com as mãos amarradas para trás e com um ferimento na cabeça.

Quando foi encontrada, a vítima apresentava sangramento na cabeça. O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que vizinhos teriam acionado a polícia.

Ainda segundo as informações, os criminosos decidiram matar o servidor público para que o crime não fosse descoberto.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner