AÇÃO POLICIAL

Justiça condena presos da ‘Operação Tabuleiro’ a mais de 600 anos de prisão


Voiced by Amazon Polly
Compartilhe

A Justiça do Acre condenou nesta terça-feira (10/5) um total de 54 investigados pela ‘Operação Tabuleiro’,  deflagrada em junho de 2021, que visava desarticular as ações de uma facção criminosa.

Juntos, as penas somadas chegam a 622 anos de reclusão.

A maioria foi presa durante a operação e já respondia por delitos graves como roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Os presos foram indiciados pelo crime de integrar organização criminosa (artigo 2º da Lei 12.850/2013), cuja pena varia de 3 a 8 anos de prisão. A ação policial foi deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – FICCO, composta pela Polícia Civil, Polícia Federal, Gaeco e Polícia Militar.

As investigações foram conduzidas pelos delegados Pedro Paulo Buzolin, da Polícia Civil, e Otávio Flores, da Polícia Federal em continuidade às ações operacionais direcionadas contra facções criminosas atuantes no narcotráfico e crimes violentos que operavam dentro e fora do sistema prisional do estado do Acre.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.
Close Bitnami banner