SEM LIMITES

VÍDEO: Deputado dispara arma durante sessão no MS e fala em alerta ao comunismo


O deputado estadual João Henrique Catan (PL-MS) causou polêmica, na terça-feira (17), ao efetuar vários disparos com uma pistola durante uma sessão da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul. Os parlamentares votavam um projeto de lei que reconhece o risco da atividade de atirador desportivo no estado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Ao proferir seu voto, Catan, que é autor do projeto e estava em um estande de tiro, afirmou que os disparos eram uma “advertência ao comunismo”. “Esse projeto é um tiro de advertência no comunismo e na mão leve que assaltou o país. Por isso, uma salva de tiros, uma salva de sim”, disse, atirando em uma imagem com uma foice e martelo, símbolo de partidos comunistas e de esquerda.

Catan ainda afirmou que o objetivo da lei “seria armar o cidadão de bem e inibir invasões ilegais, diminuindo a criminalidade e prevalecendo o direito de propriedade”. “O povo armado jamais será escravizado”, acrescentou. O projeto foi aprovado por 16 votos a 3, e segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Logo após os disparos é possível ouvir algumas risadas. No entanto, o presidente do Legislativo estadual, Paulo Corrêa (PSDB), condenou a atitude. “Não pode fazer isso, houve um exagero”, disse. Ainda na sessão, alguns deputados se posicionaram contra a atitude de Catan.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.