SANTO ACREANO

Com aval do Vaticano, processo de beatificação do padre Paolino é iniciado em Sena Madureira


No último sábado, 21, em Sena Madureira, interior do Acre, o Vaticano iniciou o inquérito do processo de beatificação do Padre Paolino, missionário, médico da floresta e defensor da justiça social.

A programação iniciou às 17 horas no auditório da Escola Messias Rodrigues de Souza, no bairro Pista, em Sena Madureira, município a qual dedicou grande parte da sua vida. O aval do Vaticano para a abertura do caso ocorreu em 2019, mas só foi iniciado depois de um longo processo, a qual era necessário para recolhimento das informações.

Com uma trajetória marcada pela fé, amor e cuidado social, o Padre Paolino faleceu aos 90 anos, vítima de uma parada cardíaca e de falência múltipla dos órgãos, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Juliana, após dois anos de internação, em Rio Branco, no ano de 2016.

Em 2004, o “pai espiritual” de milhares de pessoas foi intitulado pela Universidade Federal do Acre (Ufac), Doutor Honoris Causa, considerando sua luta ambiental, os serviços prestados em localidades distantes, sua firmeza de caráter na defesa dos mais humildes e seu histórico de vida aprovado na Câmara de Recursos e Títulos Honoríficos da instituição. Em novembro de 2006, também foi escolhido em primeiro lugar como liderança individual do Prêmio Chico Mendes, concedido pelo Ministério do Meio Ambiente.

A programação contou com dois momentos, sendo o primeiro o ato jurídico e depois o ato religioso, onde a comunidade rezou pela primeira vez, a oração do padre Paulino que foi elaborada pela comissão da causa e que é inspirada na vida do religioso.

*Com informações do Acre News

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.