MUNDO

Biden quer endurecer leis sobre armas nos EUA


Um homem armado assassinou 19 crianças e dois professores no tiroteio mais letal nos Estados Unidos em quase uma década, levando o presidente dos EUA, Joe Biden, a pedir aos norte-americanos que enfrentem o lobby de armas do país e pressionem o Congresso a endurecer as leis sobre armas.

Autoridades disseram que Salvador Ramos, de 18 anos, atirou em sua avó, que sobreviveu, antes de fugir e bater seu carro perto da Robb Elementary School em Uvalde, no Texas, matando pelo menos 21 pessoas antes de ser morto, aparentemente baleado pela polícia, ontem (24).

Os policiais viram o atirador, vestido com colete à prova de balas, sair do veículo acidentado carregando um rifle. Disseram que ele agiu sozinho; o motivo não está claro.

Em um discurso televisionado, Biden afirmou: “Como nação, temos que perguntar quando, em nome de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas?”

Biden acusou o lobby das armas de bloquear a promulgação de leis mais duras sobre segurança de armas de fogo. Ele ordenou que as bandeiras sejam hasteadas a meio mastro diariamente até o pôr do sol de sábado (28) em observância à tragédia.

“Estou farto e cansado disso. Temos que agir”, disse ele sem entrar em detalhes.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.