NAS FAVELAS

Marina Silva critica operação policial que terminou em confronto com 25 mortos no RJ


A ex-senadora acreana Marina Silva (Rede) usou seu perfil oficial no Twitter nesta quarta-feira (25/5), para criticar a operação policial na Vila Cruzeiro, no conjunto de favelas da Penha, no Rio de Janeiro, que terminou em confronto com 25 mortos na noite de ontem (24).

A operação foi feita pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar com conjunto com Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF). Entre as vítimas está Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos. A mulher foi atingida por um tiro dentro de casa na comunidade da Chatuba, vizinha a Vila Cruzeiro e que não fazia parte da operação realizada pelas polícias.

“Operação policial na Vila Cruzeiro, no Rio, com o massacre de 21 pessoas. Vidas ceifadas por balas dirigidas e não perdidas, atingindo aqueles que buscam proteção do Estado e não a destruição de suas vidas, não a guerra que impede serviços públicos e trânsito de trabalhadores”, disse Marina que no momento da postagem, apenas 21 mortes haviam sido confirmadas.

 

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira