POLÊMICA

PEC que pretende cobrar mensalidade em universidades públicas será votada em breve


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados adiou nesta terça-feira (24) a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que institui a cobrança de mensalidade nas universidades públicas. A reunião foi transferida para a próxima semana.

A pauta polêmica mobilizou entidades estudantis, deputados e senadores da oposição. O texto estabelece que a gratuidade valerá apenas para estudantes comprovadamente carentes, definidos por comissão de avaliação da própria universidade, com base em valores mínimo e máximo estabelecidos pelo Ministério da Educação.

A PEC é assinada pelo deputado federal General Peternelli (União-SP) e tem parecer favorável do relator, deputado Kim Kataguiri (União-SP), que se ausentou por motivo de saúde. De acordo com a assessoria de Kataguri, ele retornará somente na próxima semana. As regras regimentais estabelecem que o relator deve, necessariamente, estar presente para o início dos trabalhos.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.