COMPLEXO PENITENCIÁRIO

Detento é encontrado morto dentro do presídio de Rio Branco


Um detento identificado como João Craveiro Chaves Júnior, de 40 anos, foi encontrado morto na noite desta sexta-feira (3/6) dentro do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

Segundo informações, Craveiro cumpria pena por homicídio na cela 2 do Pavilhão J e morreu ao ser espancado até a morte. Em sua cela, haviam outros seis detentos. O Samu foi acionado, mas apenas atestou a morte do rapaz.

O Iapen-AC informou que a equipe de plantão foi informada por volta das 18h pelos presos que o detento estava passando mal e, quando foi retirado da cela, os policiais penais perceberam que ele estava aparentemente desmaiado e possuía escoriações em todo o corpo.

O Iapen se pronunciou através de nota:

“O Governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e Polícia Penal, vem a público informar que:

1 – Foi registrado, no final da tarde desta sexta-feira, 3, o óbito do preso João Craveiro Chaves Júnior, 40 anos, na cela 2 do pavilhão J da Unidade de Regime Fechado nº 1, localizada no Complexo Penitenciário de Rio Branco.

2 – João Craveiro era sentenciado e cumpria pena por homicídio simples, Art. 121, caput, do Código de Penal Brasileiro. Na mesma cela, outros seis presos cumpriam pena.

3 – Por volta das 18h, a equipe de plantão foi informada pelos presos que o detento João Craveiro estava passando mal. Ao retirar o preso da cela, os policiais penais verificaram que este estava aparentemente desmaiado e possuía escoriações em todo o corpo. Neste momento, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas ao chegar ao local foi possível apenas atestar o óbito. Diante do ocorrido, o Instituto Médico Legal (IML) também foi acionado para a realização da perícia técnica e procedimentos de costume.

4 – Os seis presos que cumpriam pena na mesma cela que João Craveiro Chaves júnior serão encaminhados à Delegacia de Flagrantes para o registro da ocorrência e abertura de inquérito policial.

5 – Quanto à causa da morte, o Iapen aguarda a divulgação do laudo da perícia técnica que informará as reais circunstâncias da ocorrência do óbito.

Rio Branco – Acre, 3 de junho de 2022.

Glauber Feitoza

Presidente do Iapen”

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira