OPERAÇÃO

Força-tarefa cumpre 28 mandados judiciais contra organização criminosa no Acre


Para combater o crime organizado no Acre, a força-tarefa da Segurança Pública do estado deflagrou, nesta quinta-feira (9), Operação “Fronteira Fechada II”, que cumpriu 28 mandados judiciais nas cidades de Plácido de Castro e Rio Branco, bem como no sistema prisional desta capital, dos quais 10 são de prisão preventiva e 18 de busca e apreensão.

A ação contou com 80 policiais nas cidades e também no sistema prisional. Durante as investigações, que iniciaram em março de 2021, após a deflagração da Operação Fronteira Fechada I, a força-tarefa detectou novas lideranças da organização criminosa em atuação na cidade de Plácido de Castro.

Segundo a Polícia Federal, foi possível identificar que a maior parte dos diversos pontos de comercialização de entorpecentes naquele município era gerenciada por uma organização criminosa.

Os envolvidos responderão pelos crimes de integrar organização criminosa armada, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A investigação conduzida pela Força-Tarefa de Segurança Pública, composta por policiais Federais, Civis e Militares, foi denominada de “Fronteira Fechada II” – em alusão a cidade de Plácido de Castro, por ser local estratégico e fronteiriço ao país vizinho, Bolívia, em que reside a maior parte dos investigados.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.