LUTO

Criança indígena de 1 ano é a 12ª vítima fatal da Síndrome Respiratória no Acre


Um bebê indígena de 1 ano identificado como Rauani Kaxinawá se tornou a 12ª criança a morrer por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Acre.

A criança era moradora da zona rural de Feijó e deu entrada no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Ela chegou a ser entubada, mas sofreu duas paradas cardíacas e não resistiu.

A menina fez uso de antibióticos, corticoides e antivirais. Foi realizado teste para Covid, com resultado negativo, segundo a Secretaria de Saúde (Sesacre).

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira