GERAL

Em cartaz no cinema, entenda como os ‘minions’ se tornaram apelido para apoiadores de Bolsonaro


“Os minions estão nesse planeta há mais tempo que nós. Todos tem o mesmo objetivo: servir o vilão mais malvado do mundo”, explica o simpática narrador de “Minions”, de 2015, filme centrado na trupe de criaturinhas amarelas que servem Gru, o protagonista de “Meu Malvado Favorito”. A franquia coleciona seus bilhões no cinema desde 2010, mas no contexto das eleições de 2018, a turba de trapalhões ganhou um novo significado no Brasil como apelido para os apoiadores de Jair Bolsonaro.

Concebido como uma espécie de nome pejorativo, o “bolsominion” nasceu como meme, comparando os minions -que são de um amarelo-bandeira vibrante- aos apoiadores que lotavam as ruas com camisetas e bandeiras do Brasil, signo que hoje a esquerda busca recuperar.

Além disso, os personagens obedecem cegamente às ordens do supervilão da vez -na história do filme, já serviram desde um tiranossauro, até Napoleão e o Drácula. Todos eles, incluindo Gru, trazem um ar paspalhão e estabanado, outra característica que a oposição associa ao comportamento de Bolsonaro.

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.