SAÚDE

Saúde do Estado implanta sala de coleta de exames no Hosmac


Para dar mais agilidade ao atendimento e buscar o bem-estar dos pacientes, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), implantou uma sala para coleta de exames no Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac), em Rio Branco.

Coleta será realizada três vezes por semana. Foto: Odair Leal/Secom

Inicialmente, a coleta será realizada três vezes por semana, para atender até 20 pacientes por dia. As análises serão realizadas no laboratório da UPA da Sobral.

“Era uma necessidade real da unidade; poder contar com esta sala é um avanço. Nossos pacientes internos ou residentes não terão mais que deixar a unidade para realizar exames de acompanhamento e avaliação”, enfatizou a diretora do Hosmac, Carol Formiga.

Para a diretora-geral da UPA da Sobral, Simone Prado, a parceria para implantação da sala de coleta é a realização de um sonho: “Isso nos alegra muito. Com um grande trabalho de equipe tudo fica melhor, e quem ganha é usuário do SUS”, disse Simone.

Além da sala de coleta para exames de análises clínicas, como hemograma, fezes, urina, colesterol e outros, nos próximos dias, será disponibilizado aos usuários do Hosmac o exame de lítio, realizado para pacientes que fazem uso de remédio controlado. “O equipamento vai chegar para o laboratório de referência, que é o da Policlínica Tucumã, e todos esses pacientes também terão acesso”, informou Aglanair Ferreira, responsável pela Divisão de  Apoio Diagnóstico da Sesacre.

Coordenada pela Divisão de Apoio Diagnóstico da Sesacre, a implantação da sala de coleta mobilizou equipes do Hosmac e UPA da Sobral. Foto: Odair Leal/Secom

Pandemia e saúde mental

Na Rede Estadual de Saúde, o Hosmac é a referência para atendimento em saúde mental. A unidade conta com 65 leitos para internação e mantém atendimento ambulatorial. No ambulatório são realizados cerca dois mil atendimentos ao mês, em média.

No ano de 2020, devido à pandemia de covid-19, houve uma queda significativa pela procura do ambulatório. Passado o período crítico, no ano de 2021, a demanda ambulatorial aumentou de forma significativa. “No fim de 2021, foram mais de 24 mil atendimentos, um pouco acima da média”, informou a diretora do hospital, que segue mobilizado para atender todos que o procuram.

Post navigation

Agência de Notícias