ELEIÇÕES 2022

Com aval da direção nacional, Marcio Bittar consegue aliança com MDB e coloca Márcia como candidata


Mesmo com as frequentes negativas de Flaviano Melo, o MDB selou a aliança com o União Brasil, de Marcio Bittar, segundo informações do O Seringal.

Um almoço em Brasília com a presença do presidente nacional do União Brasil, Antônio de Rueda, teria acertado os detalhes da composição da chapa, que terá Mara Rocha como candidata ao Governo, o pecuarista Fernando Zamora (PRTB) como vice e Márcia Bittar (PL) como candidata ao Senado.

A chapa pode trazer grandes reviravoltas no cenário político acreano: a primeira delas é que o MDB havia fechado com o PSB, de Jenilson Leite, segundo noticiado pela mídia. A desistência, no entanto, se deveria à indiferenças ideológicas entre as duas partes. É que Jenilson tem origem no PCdoB, é do partido do candidato a vice de Lula (PT), enquanto Mara e Zamora são assumidamente bolsonaristas.

A segunda reviravolta seria na composição da chapa do governador Gladson Cameli (Progressistas), que havia anunciado o deputado Alan Rick como seu vice. No entanto, por ser do União Brasil e não ter mais o aval da direção nacional, Alan Rick pode sofrer consequências por uma suposta infidelidade partidária.

Fontes também dão conta de que Marcio Bittar, enquanto presidente do União Brasil, resolveu destituir a diretoria regional do partido, que incluem além de Alan Rick; o ex-comandante da PM, coronel Ulysses e o ex-presidente do partido, Pedro Valério.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira