SEM DIÁLOGO

Mara Rocha é a única a não ter “chapa pura” para Governo do Acre


Em processos eleitorais, é chamada de “chapa pura” um único partido que lança candidatos para cargos majoritários sem fazer coligações – seja para presidente, governador ou presidente.

As coligações são muito comuns em eleições no Acre e na disputa para o Governo este ano expôs a dificuldade de diálogo entre os partidos. De sete candidatos ao Governo, apenas Mara Rocha (MDB) terá um vice que é filiado a um outro partido, no caso o pecuarista Fernando Zamora (PRTB).

De resto, todos os outros seis candidatos fizeram as chamadas “dobradinhas” com seus vices.

O Progressistas lançou o governador Gladson Cameli e a senadora Mailza Gomes.

O PSD lançou o senador Sérgio Petecão e o advogado João Tota Filho.

O União Brasil lançou o senador Marcio Bittar e a médica Geórgia Michelleti.

A federação Brasil da Esperança, que une PT, PCdoB e PV como partido único, lançou o ex-senador Jorge Viana e o ex-prefeito Marcus Alexandre.

O Agir lançou o professor David Hall e a empresária Jorgiene Carneiro.

Por fim, o primeiro partido a lançar sua candidatura foi o PSOL, que indicou o professor Nilson Euclides e a agente administrativa Jane Rosas.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, professor de idiomas e assina o Blog do Siqueira