ECONOMIA

Mais da metade da população do Acre ainda não utiliza a tecnologia Pix


Segundo um estudo realizado pelo Banco Central (BC), no ano de 2021, mais da metade da população do Acre que possui alguma conta bancária, não havia utilizado a tecnologia Pix. A porcentagem equivale a 50,8%, além do Pix, essas contas também não fizeram o uso da Transferência Eletrônica Direta (TED).

Além do Acre, outros quatro estados também apresentaram uma população maior entre os que ainda não aderiram às transações instantâneas, são eles o Alagoas, Maranhão, Paraíba e Piauí.

As operações com Pix iniciaram em novembro de 2020 e foi uma inovação do Banco Central que trouxe grandes benefícios para a população. Em poucos segundos, transferências podem ser feitas para qualquer banco, sem a cobrança de taxas e podem ser feitas através de chaves Pix ou QR Codes.

Não demorou muito para o Pix recebesse ampla aceitação pela população do Brasil, sendo que 100 milhões de pessoas em todo o país já realizaram pelo menos uma transação por esse meio, que movimenta R$ 1,4 bilhão por mês. No entanto, é grande o número daqueles que ainda não confiam nos avanços da tecnologia e veem o Pix com olhos e cautela.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, amante de meditação e da boa cozinha. Contato: andersonsiqueira.br@gmail.com