PROTESTO

Bolsonaristas se revoltam com derrota nas urnas e fecham acesso ao Acre na BR-364


Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) ficou revoltado com a derrota nas urnas neste domingo (30) e bloqueou a BR-314, rodovia que dá acesso ao Acre no distrito de Extrema, em Rondônia.

Os manifestantes não acreditam na legitimidade da vitória de Lula (PT), eleito presidente pela terceira vez, mesmo ela já tendo sido reconhecida pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-RO). Além de aliados mais próximos do presidente, como Carla Zambelli, Nikolas Ferreira e Damares Alves, que se comprometeram a fazer oposição.

—“Essa atitude de momento é preocupante. O protesto e válido baseado na situação do Sr. Lula. Não digo que foi eleito legitimamente e sim retomou o poder. Foi eleito graças a Fachin [ministro do STF] que o descondenou (sic) e anulou os processos onde ele foi condenado em segunda instância por 26 juízes. Foi eleito pelo TSE que não respeitou a lei da ficha limpa. Foi eleito pelo STF que nas canetadas e conluios o colocou e o condicionou para retomar o poder”, disse Gilmar Hoftetter, morador de Extrema e líder do manifesto.

A rodovia segue bloqueada, moradores e pessoas que precisam trafegar pela rodovia, aguardam a chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para fazer a negociação a fim de liberar o fluxo.

Lula foi eleito com 50,70% dos votos válidos, contra 49,10% de Bolsonaro. O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha (União Brasil), usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira (31) para lamentar a derrota de Bolsonaro no 2° turno. Segundo o chefe do executivo, o sentimento do resultado presidencial é de tristeza.

— “Ontem o dia foi de comemoração para Rondônia por um lado, com a minha eleição, mas também de tristeza para muitos, que assim como eu, defenderam a reeleição do presidente da República, meu amigo Jair Bolsonaro”, escreveu.

Já o governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), parabenizou Lula pela vitória e disse estar pronto para trabalhar em cooperação:

— “Aos representantes do povo, cabe a missão de compreender e respeitar a vontade popular. Por isso, cumprimentamos Luiz Inácio Lula da Silva pela sua eleição ao cargo de presidente do Brasil a partir de 2023. Estamos prontos para trabalhar em harmonia com o governo federal buscando o entendimento e a superação dos vários desafios que nosso estado enfrenta. Dessa forma, renovamos nosso compromisso de trabalhar para o benefício das pessoas e acima dos interesses políticos”.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, amante de meditação e da boa cozinha. Contato: andersonsiqueira.br@gmail.com