DESOBEDIÊNCIA

Acre tem novo bloqueio na BR-364, mesmo após proibição da Justiça


Mesmo após a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), apoiada pelos demais ministros, para que seja feita a imediata desobstrução de rodovias e vias públicas bloqueadas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) que não aceitam a derrota nas urnas, o estado do Acre registrou um novo bloqueio no BR-364, próximo à entrada de Manoel Urbano.

Nas primeiras horas desta terça-feira (1º), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) havia informado que o Acre contava com apenas um bloqueio, agora o número subiu para dois. Jair Bolsonaro foi derrotado por Lula (PT), que recebeu 50,90% dos votos válidos. Apesar do resultado já ter sido reconhecido pelos presidentes da Câmara e do Senado e até mesmo por aliados próximos ao presidente, um grupo de eleitores bolsonaristas alegam ter havido fraude e se recusam a reconhecer o resultado. O presidente Bolsonaro ainda não se manifestou sobre a derrota.

Com isso, bloqueios em rodovias ocorrem em 20 estados e no Distrito Federal. Para garantir a ordem, o STF determinou na noite desta segunda-feira (31) a imediata desobstrução de rodovias e determinou que a PRF adotasse imediatamente todas as providências para o desbloqueio. Em caso de descumprimento, o Alexandre Moraes estipulou multa de R$ 100 mil para o diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, além da possibilidade de afastamento dele de suas funções e até prisão em flagrante por crime de desobediência.

O magistrado determinou ainda multa de R$ 100 mil por hora para donos de caminhões usados em bloqueios.

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, amante de meditação e da boa cozinha. Contato: andersonsiqueira.br@gmail.com