ORGULHO

14 minutos de glória na Copa: Weverton é o maior esportista acreano da história


O Acre existe e apesar de não ser a China, tem sua própria grande muralha. Saído da Baixada da Sobral, periferia de Rio Branco, o goleiro Weverton vem sendo símbolo de esperança e orgulho para o estado tantas vezes esquecido pelo resto do país.

Esquecimento que vem à toa, já que é terra de tantos nomes importantes como o músico João Donato; o criador do Jornal Nacional, Armando Nogueira; a escritora Glória Perez; o ambientalista Chico Mendes e até a ‘Tia Leia’, mencionada na música “W/Brasil” de Jorge Ben Jor, é acreana.

Nos esportes, poucos se destacaram, a exemplo de Artur Duarte, o Rei Artur, ídolo do futebol nos anos 1990, com passagens por equipes como Porto, de Portugal. Artur foi longe, mas um outro acreano viria a conquistar feitos inimagináveis no mesmo esporte. O menino da Sobral, que começou jogando no antigo Juventus, da capital acreana, logo foi chamado para o Corinthians, uma das maiores equipes do país.

Após ser emprestado para algumas equipes do Norte e Nordeste, Weverton alcançou notoriedade a partir de 2011, quando foi campeão da Série B pela Portuguesa e foi contratado pelo Athletico Paranaense, para atuar na mesma competição. Com atuação impecável do goleiro acreano, a equipe conquistou acesso para a Série A e desde então foi só ladeira acima.

Conhecido pelos pênaltis defendidos e defesas complicadas, o goleiro acreano foi o escolhido para defender a Seleção Brasileira nas Olimpíadas de 2016, na única competição em que o Brasil ainda não tinha títulos. Não tinha, até a chegada de Weverton, o grande defensor do pênalti que rendeu ao país a primeira medalha de ouro de sua história.

No mesmo ano, foi contratado pelo Palmeiras, o rival do time que o tirou do Acre. Ali começaria uma série histórica de títulos, foi o primeiro acreano a ser campeão brasileiro, tendo conquistado o feito duas vezes em 2018 e 2022. Além disso, também foi o primeiro acreano a conquistar um título de Libertadores da América, também duas vezes, em 2020 e 2021. Entre seus títulos também estão uma Copa do Brasil, em 2020; uma Recopa Sulamericana, em 2022; dois campeonatos paulistas e um paranaense.

Nesta segunda-feira (5), por 15 minutos, Weverton representou o Acre em um novo feito, foi o primeiro acreano a entrar em uma partida de Copa do Mundo, na vitória por 4 a 1 em cima da Coreia do Sul. Weverton entrou logo após Alisson sofrer o gol dos asiáticos.

 

Post navigation

Anderson Siqueira

Editor-chefe, escritor, amante de meditação e da boa cozinha. Contato: andersonsiqueira.br@gmail.com