2º DIA DE JULGAMENTO

“Não quero ele preso, ele tem que perder a função de policial”, disse mãe de Rafael Frota


Alcineide Frota, mãe do jovem Rafael Frota, morto a tiros em uma casa de shows em Rio Branco, no ano de 2016, chegou por volta de 8:45h ao Fórum Criminal onde logo mais acontecerá o julgamento do policial federal, Vitor Campelo, acusado do crime.

Em entrevista para a imprensa que está no local, Alcineide Frota afirmou que não tem raiva e nem deseja a prisão do responsável pela morte de seu filho, mas deseja que ele perca a função de policial.

“Não tenho ódio, raiva ou desejo o seu mal, mas desejo muito que ele perca a sua função de policial, pois é inadmissível que uma pessoa que é treinada para salvar vidas ceife uma vida. Ele matou o meu filho e quiseram, durante todo esse tempo, dizer que meu filho era bandido, meu filho não era bandido”, desabafou a mãe da vítima.

*As informações são do Notícias da Hora

Post navigation

Redação

O Correio 68 é um site de notícias fundado em 2020 que tem o compromisso de trazer tudo o que o acreano precisa saber para se manter bem informado.